IMPOSTOS EM SÃO PAULO

terça-feira, 6 de junho de 2017

ENTENDENDO A OBRA DE SIMONE KESTELMAN - DAS CURVAS DE NIEMAYER ÀS TRANSFORMAÇÕES


Bilhete fixado no seu SK Studio.
Para não deixar de pensar sua motivação
Conheço Simone Kestelman ,pelas suas obras , há pouco tempo. 
Sei que  fez uma trajetória de grandes mudanças.  Do Studio em São Paulo,
para Nova York. O que me faz  escrever hoje, no meu Blog é  a questão desta multidimensionalidade dos conceitos socioambientais. Nestes últimos
anos foi uma das melhores coisas que aconteceu comigo. 
Entrar na sua viagem,  na sua construção de sonhos, na arte e
conhecer suas relações , seus valores...  despertou em mim a construção 
de um tempo de minha vida muito vivida.   Mas foi em 2012 ,quando eu fazia 
curso de Audiodescrição,  que tive contato com sua proposta .
Foi uma das artistas pioneiras brasileiras que trouxe a acessibilidade para 
compor sua obra.  Fica aqui minha profunda gratidão pela generosidade
da sua alma. Ela florece e as  pessoas florecem junto.  Odila Fonseca

Studio,uma antiga Fábrica de Armas em NY transforma-se numa obra de arte -arquitetônica- e conceitual
A emoção de "enxergar"
Mãos de Simone guiam um Cego sobre a obra
que representa o Palácio do Planalto - Brasilia

Cantigas

EXPOSIÇÃO “MARAVILHAS” 2014 "Artista plástica Simone Kestelman inaugura exposição Maravilhas, com peças sensoriais que recriam pontos turísticos do país – entre eles obras arquitetônicas como o MASP de Lina Bo Bardi"




 www.campinas.sp.gov.br 


Numa mistura de toque, sensações e imaginação que promove a inclusã
 de deficientes visuais,a artista plástica carioca Simone Kestelman
inaugura a exposição “Maravilhas”, em Campinas (SP).
Até 26 de fevereiro, a mostra apresenta 11 peças sensoriais que r
ecriam pontos turísticos do país  – entre eles obras arquitetônicas
como o MASP de Lina Bo Bardi e o edifício Copan do mestre Oscar Niemeyer. As esculturas tridimensionais de vidro, que variam de 50 centímetros  a 1,2 metros de extensão, podem ser experimentadas com as mãos e vêm acompanhadas de uma audiodescriçao. “A ideia é facilitar a percepção por meio do toque e de experiências
multissensoriais,  um dos poderes da arte contemporânea”, afirma Kestelman. Para levar o espectador a uma dimensão que permite tocar o intocável, as obras também representam a Oca e o Auditório do Ibirapuera (São Paulo); o Pão de Açúcar (Rio de Janeiro); o Teatro Popular de Niterói
e o Memorial Roberto Silveira (Niterói, RJ); o Museu Oscar Niemeyer (Curitiba); os Lençóis Maranhenses; 
a Igreja da Pampulha (Belo Horizonte)e o Palácio da Alvorada (Brasília)."


Crédito: Fernanda Sunega

www.campinas.sp.gov.brhttps://www.facebook.com/skstudio.sui  http://www.midiace.com.br/index.php/noticia/mon-realiza-encontro-para-discutir-acessibilidade-e-inclusao-aos-museus-/680


                                                    "RELACIONAMENTO" 

Um dia perguntei para a Simone ,como se dá o Processo Criativo?
- Processo criativo do vidro?
Por Simone Kestelman
"O negro é simples, são lâminas de vidro fundidas no forno e lapidadas
posteriormente a mão. Vale lembrar que neste caso o preto tem um
acabamento mate para diferenciá-lo na textura do acabamento colorido 
que é brilhante. Ambos dá para sentir  no toque. A colorida é uma fusão mas 
 neste caso é feito  um sanduiche com  laminas coloridas intercalando e  
sobrepondo de maneira que possa ter cores diferentes alem da paleta original. 
 Após sobrepostas , são adicionadas 3 camadas na parte inferior e duas na 
superior de vidro transparente  totalizando  8 laminas (24mm). Na estapa seguinte  
as peças depois de lixadas nas bordas para dar acabamento, são colocadas em
 uma forma para  pegarem a forma curva.  Este processo é chamado slumping . 
Após sairem do forno já na forma, começa o processo de finalização onde aspeças serão lixadas com cerca de 8 variações de lixas diferentes que vão  da 100 ate a 1500.Posteriormente na colorida é feita mais 2 acabamentos para obter o brilho.

P.S: Ufa , Nem parece mas da trabalho

Chamei de "relacionamento" para expressar as relações de uma forma geral. Para uns é o lado negativo e o positivo de uma relação, para outros as partes de uma relação. Não necessariamente é um casal homem/mulher (aqui o pessoal é muito aberto)  https://www.scarsdale.com/  2017   


Sobre Simone Kestelman: Economista de formação, Simone começou ainda criança sua incursão pelo mundo das artes. Expôs seus trabalhos na Academia Brasileira de Arte, Cultura e Historia (SP), na Galeria Lavarello (SP) e no Artslant de NY, durante o qual recebeu a medalha de ouro pela escultura Memorial Roberto Silveira. Em sua carreira, destacam-se cursos na Urban Glass School (Nova York), naPilchuck Glass School (Washington), na Northwest Art Glass (Seattle) e na Eugene Glass Schoo (Oregon). A vitrificação da cerâmica a levou ao vidro, sua paixão hoje. Suas peças são o resultado de um trabalho único e original no país. Sobre a 25ª Casa Cor: Maior evento de arquitetura e decoração das Américas, e o segundo maior do mundo, a Casa Cor propicia aos visitantes a chance de desfrutar um leque de novidades em arquitetura, decoração, paisagismo, design, materiais e equipamentos de alto nível, além de inúmeras opções de lazer, restaurantes, cafés e programações exclusivas que atraem diferentes públicos.www.casacor.com.br/saopaulo/ Joalheria Conceito 
 Projeto de Adriana Scartaris e Samira Jarouche  
Artista plástica convidada: Simone Kestelman  

http://www.simonekestelman.com/  
 https://www.scarsdale.com/2017